Aluna da ESTC vence Óscar

Joana Niza Braga tem o curso de Cinema, vertente Som e fez parte da equipa técnica da reprodução de efeitos sonoros, de “Free Solo” do National Geographic, vencedor de um Óscar e um Bafta de Melhor Documentário de 2019. A portuguesa já antes foi distinguida pelo trabalho no documentário como ‘foley mixer’ pelos norte-americanos Cinema Audio Society (CAS) Awards, que premeiam filmes tendo em conta apenas o som.

Joana trabalhou remotamente, a partir de Lisboa, fazendo equipa com Nuno Bent, com quem já esteve em inúmeros projetos. A pós-produtora de cinema Loudness Films, foi onde os profissionais de som trabalharam, graças a “um estúdio de ‘foley’ bastante grande”, disse Joana, em declarações à Lusa.

A licenciada em Cinema foi a “foley mixer” do trabalho realizado por Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi. O ‘foley’ permite criar sons que por vezes não são captados nas rodagens. Joana explicou à Lusa que os ‘foley artists’ são “quem está reproduzir o barulho”. “Os ‘foley mixers’ são os ouvidos, porque o som captado pelo microfone é diferente, um bocadito, da perceção auditiva normal”.

“Free Solo” acompanhou o alpinista, norte-americano, Alex Honnold, na escalada, sem cordas ou proteções, da parede de granito El Capitan, com 900 metros de altura, no Parque de Yosemite, Estados Unidos. O documentário também está nomeado para os prémios da Cinema Audio Society (CAS) e para os Golden Real, os prémios da Motion Picture Sound Editors (MPSE).

Joana Niza Braga, de 27 anos, já conta com um filme premiado no curriculum. A profissional foi responsável pela montagem de som do filme “Balada de um Batráquio“, da realizadora e colega de curso, Leonor Teles, trabalho vencedor do Urso de Ouro de Curta-Metragem no Festival de Cinema de Berlim, em 2016.
Foi este o filme que a levou à Loudness Films, onde estagiou e onde continua a trabalhar.

A cerimónia dos dos Óscares realizou-se na última madrugada 25 de fevereiro (hora de Lisboa), em Los Angeles. A estatueta dourada juntou-se ao Bafta, prémio atribuído pela Academia Britânica de Cinema, decorreu em Londres a10 de fevereiro.

O documentário “Free Solo” vai ser exibido no National Geographic às 22h30 de domingo, 17 de março.

Texto de CSS/GCI IPL
Fonte: Lusa

Partilhar
Posted in Notícias and tagged , , , .