Homero – Espetáculo Final – 3.º Ano

 

Homero é um grito.
Homero não tem corpo.
Homero é um lugar.

É um espetáculo que reflete sobre o pensamento, a sua vulnerabilidade e a sua força, com uma urgência onde as palavras se reduzem a sons e os silêncios em palavras interrompidas.

Aqui estão estas três mulheres, a tentar habitar num espaço que não existe, num lugar que constantemente se perde ou que nunca foi encontrado. Num lugar onde as palavras se apartam do próprio corpo por meio de uma repetição exaustiva de perguntas que nos ultrapassam.

Será este o lugar onde habitam todas as personagens alguma vez escritas?

Será este o lugar onde Hamlet e Penélope bebem chá? Onde Ajax e Hedda Gabler se envolvem ou onde A Mãe de Brecht e Antígona de Sófocles preparam a próxima revolução?

Há palavras e ideias que estão para além dos limites da linguagem, diz Wittgenstein.

Como dizê-las?

 

Ficha Técnica

Texto: Dimítris  Dimitriádis
Tradução: José António Costa Ideia
Conceção e interpretação: Beatriz Costa, Diana Lara, Rita Monteiro
Produção: Carolina Elvira
Cenografia e figurinos: Francisco Sampaio, Jade Freire
Desenho de Luz: Janaina Gonçalves
Fotografia: Luísa Magrinho
Orientação: Maria Duarte

Partilhar
Posted in Eventos.