Maria Repas

Endereço eletrónico | mariarepas@pyxis.pt

Estudou Canto no Conservatório de Lisboa e Direcção Coral no Instituto Gregoriano de Lisboa. Completou o Mestrado em Música Antiga – Canto/Pedagogia Vocal na Universidade de Indiana nos EUA em 1988. No mesmo ano ganhou o 1º Prémio do Concurso Internacional de Música Antiga Erwin Bodky ( Boston ).

Especialista na interpretação de Música Antiga, é membro dos grupos La Batalla, Circa 1800,Concerto Atlântico entre outros. Participou em festivais internacionais em França, Holanda e Marrocos, tournées nos EUA, concertos em Portugal e no estrangeiro e programas para a Rádio e Televisão.

Gravou 12 CDs de Música Antiga, Música Contemporânea e Ópera Barroca Portuguesa.

Colaborou como solista com muitos grupos de Música de Câmara e Orquestras na interpretação de repertório barroco. Interpretou também autores contemporâneos tendo estreado obras de C. Bochmann, Paes Mamede, Stella Lalova e Carlos Marecos destacando-se “Caminho ao Céu” na Culturgest em 2003.

Realizou recitais a solo em Londres, na Apsley House e Purcell Room, desempenhou o principal papel feminino na ópera “The voyage of the Catarineta” no Barbican Centre, Londres. Desempenhou o papel de Sevadilha na Ópera “Guerras do Alecrim e Mangerona” no Acarte, Teatro da Trindade e Nacional D.Maria II, de bruxa na Ópera infantil “Sonho Mágico” no C.C.B., de Narradora no musical “Joseph and the amazing technicolor dreamcoat”  no CCB e de Maresia em “As Variedades de Proteu” .

Foi professora de Canto e Directora Pedagógica da Academia de Música Eborense e dirigiu os Pequenos Cantores do Estoril. Dirige o Coro de Câmara de Cascais desde a sua fundação e lecciona frequentemente workshops de Voz e Elocução para actores, professores e profissionais da comunicação. É professora de Voz na ESTC (desde 1999) e responsável pela Área de Voz/Música nos cursos de Licenciatura em Teatro e Mestrado em Artes Performativas.

(Este texto não foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

Partilhar