Sara Belo

Endereço eletrónico | sarajbelo@gmail.com

Frequenta o Doutoramento em Artes Performativas e da Imagem em Movimento pela Universidade de Lisboa. Obteve o título de Especialista em Voz da área Artes/Teatro/Voz, com louvor do júri, atribuído pelo Instituto Politécnico de Lisboa em 2014. Concluiu o Mestrado em Estudos de Teatro da Faculdade de Letras de Lisboa em 2008 com a nota máxima. É professora de Voz na E.S.T.C. desde 2004, onde obteve a sua licenciatura no Curso de Actores/Encenadores em 2001. Fez os seus estudos em Canto lírico, durante 6 anos, no Curso de Canto da Escola de Música do Conservatório Nacional na classe do Prof. José Carlos Xavier, até ao ano 2000.

Como actriz e/ou actriz/cantora trabalhou com os encenadores: João Brites, João Mota, Jorge Silva Melo, João Lourenço, Carlos Pessoa, Cláudio Hochman, Francisco Campos, Jorge Listopad, Eduardo Barreto, Graça Corrêa, entre outros, em variados espectáculos e teatros tais como: Teatro D. Maria II, CCB, Culturgest, Teatro S. João, Teatro da Trindade, Teatro da Comuna, Teatro Aberto, Teatro Nacional de São Carlos, Teatro Carlos Alberto, Teatro Baltazar Dias, entre outros.

Como cantora trabalhou com os seguintes compositores/maestros: Daniel Schvetz, Jorge Salgueiro, Eurico Carrapatoso, João Paulo Santos, Carlos Marecos, Eduardo Paes Mamede, entre outros. Sobretudo com os compositores Jorge Salgueiro e Daniel Schvetz desenvolveu um trabalho mais aprofundado e original. Cantou nas óperas Saga – Ópera Extravagante; Quixote – Ópera Buffa; O Salto – Ópera Rewind de Jorge Salgueiro, tendo a segunda ganho o Prémio Espectáculo do ano 2010 pela SPA. Com Daniel Schvetz interpretou canções do compositor sobre poesia portuguesa no duo Pois!É que ainda está no activo.

Participou em concertos com repertório clássico, jazz e música original e em workshops e estágios no estrangeiro, nomeadamente  com Tom Krause, 2003, Lella Cuberli, 2004 e Elena Dumitrescu Nentwig, 2006 em Canto Lírico; com Viv Maning (Barcelona, 2009) e Dorte Hyldstrup (Bruxelas 2015) em Estill Voice Training e com Enrique Pardo, Linda Wise e Meredith Monk em pesquisa vocal. Tem estado ligada a projectos de pesquisa vocal, tendo ganho o prémio jovens criadores em 2008 pelo Clube Português de Artes e Ideias, juntamente com Tiago Grade com o projecto aCorda. Em 2014 apresentou o seu primeiro solo vocal – MAGMA – no Teatro Meridional, onde explorava diversos registos vocais num contexto cénico.

Neste momento, em licença sem vencimento, a viver em Bruxelas, foi escolhida para o papel de Belinda/1ª Bruxa da Ópera Dido e Eneias de Purcell com o grupo MuziekTheater que irá ser apresentada no decorrer de 2016. Irá realizar diversos concertos em Bruxelas em 2016, nomeadamente no dia 1 de Maio, no Atelier Marcel Hastir com o duo Pois!É, concerto apoiado pela embaixada portuguesa, e no dia 9 de Junho na sala Art-Base com o duo “au-delà du Fado” com Rui Salgado. Continua a redigir a sua tese de doutoramento com o título A voz como impulsionador da criação cénica – intersecções artísticas e vocalidades multifacetadas que concluirá em 2017.

 

 

(Este texto não foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

 

04_sara_belo

Partilhar