Miguel Cruz

Endereço eletrónico | miguelcruz@estc.ipl.pt

Professor Adjunto na Escola Superior de Teatro e Cinema, onde leciona as matérias de Desenho de Iluminação Cénica, Direção Técnica e Produção, desde 2004.

É Presidente do Conselho Pedagógico da ESTC e membro da Comissão Técnico-Científica do Departamento de Teatro, tendo já passado pela Assembleia de Representantes da ESTC e pela Assembleia do Instituto Politécnico de Lisboa.

É Professor Adjunto convidado na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril desde 2015, onde lecciona a disciplina de Artes e Espectáculos do curso de Gestão do Lazer e Animação Turística.

Trabalha regularmente como Desenhador de Luz (Light Designer), tendo já realizado desenhos de luz em encenações de Carlos J. Pessoa, João Lagarto, Luca Aprea, João Ricardo, Daniel Gorjão, Paulo Ferreira, Francisco Salgado, André Murraças, Ricardo Boléo, Ricardo Gageiro, entre outros; em espectáculos de dança coreografados por Marina Nabais; e em instalações teatrais dirigidas por Miguel Abreu e Ana Pérez-Quiroga, tendo já passado por algumas das maiores salas de teatro do país, como o Teatro Nacional D.Maria II, CCB, TeCA, Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal de Bragança, Teatro Municipal de Faro, Teatro Viriato, Teatro da Trindade, Theatro Circo de Braga, Coliseu Micaelense, entre outros.

Dos seus trabalhos destaca Teatro-Clip, On The Road ou a Hora do Arco-Íris, Odisseia Cabisbaixa e Snapshots pelo Teatro da Garagem, Cândida – Uma História Portuguesa, escrito por André Murraças, encenado por Paulo Ferreira e apresentado no Teatro Aberto, Il Trionfo D’Amore, ópera apresentada no CCB e encenada por Luca Aprea, Fausto encenado por Francisco Salgado no Teatro Nacional D. Maria II e Radiografia de um Nevoeiro Imperturbável, encenado por Daniel Gorjão no Teatro Nacional D.Maria II, tendo sido este último nomeado para melhor espectáculo do ano de 2014 pela revista Time Out.

Colaborou com a companhia Teatro da Garagem como Desenhador de Luz e Diretor Técnico entre 2004 e 2011, tendo acumulado as funções de Direção Técnica do Teatro Taborda entre 2006 e 2011.

Professor Adjunto na Escola Superior de Teatro e Cinema, onde leciona as matérias de Desenho de Iluminação Cénica, Direção Técnica e Produção, desde 2004.

É Presidente do Conselho Pedagógico da ESTC e membro da Comissão Técnico-Científica do Departamento de Teatro, tendo já passado pela Assembleia de Representantes da ESTC e pela Assembleia do Instituto Politécnico de Lisboa.

É Professor Adjunto convidado na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril desde 2015, onde lecciona a disciplina de Artes e Espectáculos do curso de Gestão do Lazer e Animação Turística.

Trabalha regularmente como Desenhador de Luz (Light Designer), tendo já realizado desenhos de luz em encenações de Carlos J. Pessoa, João Lagarto, Luca Aprea, João Ricardo, Daniel Gorjão, Paulo Ferreira, Francisco Salgado, André Murraças, Ricardo Boléo, Ricardo Gageiro, entre outros; em espectáculos de dança coreografados por Marina Nabais; e em instalações teatrais dirigidas por Miguel Abreu e Ana Pérez-Quiroga, tendo já passado por algumas das maiores salas de teatro do país, como o Teatro Nacional D.Maria II, CCB, TeCA, Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal de Bragança, Teatro Municipal de Faro, Teatro Viriato, Teatro da Trindade, Theatro Circo de Braga, Coliseu Micaelense, entre outros.

Dos seus trabalhos destaca Teatro-Clip, On The Road ou a Hora do Arco-Íris, Odisseia Cabisbaixa e Snapshots pelo Teatro da Garagem, Cândida – Uma História Portuguesa, escrito por André Murraças, encenado por Paulo Ferreira e apresentado no Teatro Aberto, Il Trionfo D’Amore, ópera apresentada no CCB e encenada por Luca Aprea, Fausto encenado por Francisco Salgado no Teatro Nacional D. Maria II e Radiografia de um Nevoeiro Imperturbável, encenado por Daniel Gorjão no Teatro Nacional D.Maria II, tendo sido este último nomeado para melhor espectáculo do ano de 2014 pela revista Time Out.

Colaborou com a companhia Teatro da Garagem como Desenhador de Luz e Diretor Técnico entre 2004 e 2011, tendo acumulado as funções de Direção Técnica do Teatro Taborda entre 2006 e 2011.

Frequentou alguns seminários de iluminação de cena e direção técnica ministrados por Maurício Rinaldi (iluminador do Teatro de Colón – Buenos Aires) e Philippe Mulon (director técnico do Theatre des Bouffes du Nord, dirigido por Peter Brooke).

Coordenou e monitorizou alguns cursos e workshops de iluminação cénica e tecnologias para teatro promovidos pela Escola Superior de Teatro e Cinema, Teatro de Carnide e Teatro da Garagem, e participou no XVIII Fórum Permanente de Teatro em Palmela como formador.

Tem o Mestrado em Teatro, ramo de Produção, na Escola Superior de Teatro e Cinema e é Licenciado em Produção na mesma escola.

Obteve o Título de Especialista na área de Artes/Teatro/Produção, atribuído pelo Instituto Politécnico de Lisboa, com trabalho relevante em iluminação cénica.

 

 

Miguel Cruz

Partilhar