Passar para o conteúdo principal

cheleme!

Data do evento
29 de Junho de 2018 - 1 de Julho de 2018
Hora
21:30 - 18:00
Local
Teatro da Trindade
Organização
Departamento de Teatro

Espetáculo dos alunos finalistas da Licenciatura em teatro da Escola Superior de Teatro e Cinema 

29, 30 de junho e 1 de julho | sexta e sábado 21h30 / domingo 16h30 |

Teatro da Trindade cheleme! - termo usado no Bridge. Slam, em inglês. Simplicidade

 

Alunos finalistas do ramo de Atores: Alice Coelho, André Leitão, Beatriz Pinto, Bernardo Beja, Cláudia Abrantes, Maria Eduarda, Eva Duarte, Fábio Batista, João Gaspar, Mariana Dantas Rebelo, Marília Cruz, Rita Rocha, Sara Cíntia, Sofia Burnay, Victor Caetano

Alunos finalistas do ramo de Design de Cena: Carolina Beaumont , Catarina Carrilho, Rodrigo Pereira

Alunos finalistas do ramo de Produção: Catarina Teixeira Mendes, Marta Pedrinho, Catarina Pinto (apoio executivo)

Aluna Erasmus do ramo de Produção – Design e técnica de luz e Sonoplastia: Noora Pietilä

Assistente de Encenação: Catarina Rabaça

Docente responsável do ramo de Atores: Maria Duarte

Preparação Vocal: Maria Repas Gonçalves

Docente responsável do ramo de Produção: Andreia Carneiro

Docentes responsáveis do ramo de Design de Cena: Mariana Sá Nogueira , Marta Cordeiro, João Calixto, José Espada, Sérgio Loureiro

Gabinete de Produção ESTC: Conceição Alves Costa, Rute Reis

Gabinete de Comunicação e Imagem: Roger Madureira

Fotografia: Birdy Studios

Agradecimentos: Friedrich Barner Gonçalo Ferreira de Almeida (tradução da peça de teatro “The Women” de Clare Boothe Luce) Gonçalo Morais Mobler Store Teatro Praga Duarte Lopes Departamento de Cinema da ESTC: Carlos Gomes, João Milagre Ateliê Peris Costumes/Maria Gonzaga: Gabriela Monteiro.

 

 

 

Programa

“O que sobretudo faltou à minha vida, até agora, foi a simplicidade. Começo a mudar, a pouco e pouco. Agora, por exemplo, saio sempre de casa com a minha cama, e quando uma mulher me agrada, pego-lhe e vou para a cama com ela de seguida. Se tem orelhas feias e grandes, ou então o nariz, tiro-lhos com a roupa e meto-os debaixo da cama; depois ela encontra-os ao sair. Só fico com o que me agrada. Se eu vir que ela fica melhor com outra roupa interior, mudo-a logo. Será o presente que lhe ofereço. Se, no entanto, vejo outra mulher mais interessante a passar, peço desculpa à primeira e faço-a desaparecer imediatamente. Pessoas que me conhecem acham que não sou capaz de fazer o que aqui deixo escrito, que não tenho suficiente temperamento. Eu também pensava assim, mas isso era por causa de não fazer tudo tal como me agradava. Agora, passo sempre umas tardes agradáveis. De manhã, trabalho.”

Henri Michaux, in As Minhas Propriedades